+CampeonatosCampeonatosNotíciasNotícias do TourSurfistas

Wiggolly Dantas e Yanca Costa vencem o Surf Treino em Itamambuca

O evento foi organizado pela família Dantas.

Wiggolly Dantas e Yanca Costa venceram neste domingo (27) o Surf Treino na praia de Itamambuca em Ubatuba.

Wiggolly Dantas- foto NoClickCerto

Wiggolly Dantas e Yanca Costa vencem o Surf Treino em Itamambuca

Confirmando o altíssimo nível técnico, Wiggolly Dantas e Yanca Costa foram os grandes vencedores do Família Dantas e o The Surf Club SCCP apresentam Surf Treino Itamambuca, encerrado neste domingo (27), na Praia de Itamambuca, em Ubatuba.

Teste de Covid, foto -NoClickCerto

O evento marcou a estreia do Corinthians em disputas da modalidade – com a presença da vice-presidente do Clube, Edna Murad – unindo-se à família Dantas, muito tradicional no surf e em Ubatuba.

Nomes de ponta prestigiaram a competição que cumpriu os protocolos de segurança do Covid-19, inclusive com todos os atletas fazendo o teste antes de iniciarem suas participações.

Teste Covid- Imagem NoClickCerto

Disse Eliane Dantas:

Prancha de Equilíbrio

“Só era liberado para competir, depois apresentar o resultado do exame de sangue. Tivemos essa preocupação com os competidores e foi uma forma de conscientização. Todo mundo usando máscara, cabine de álcool em gel, também para o público”

“Foi espetacular, com as 120 vagas preenchidas. A vice-presidente do Corinthians, EdnaMurad, acompanhou tudo nos dois dias e interagindo com todos, distribuição de brindes e mesa de frutas. Foi um início de sucesso”,

 

Ela também agradeceu os patrocinadores principais do campeonato.

Continuou:

Parafina Fuwax

“Quero agradecer a Tony Veículos, que deu a moto, o prêmio principal, a Uba Surf Motors e a DK Fisioterapia, muito importantes e também tenho de destacar a nova parceria com o Corinthians, que ajudou muito, e a Acesso Saúde, que disponibilizou os testes de Covid, bem como médicos e enfermeiros no local, e foi bem importante para a segurança de todos”.

Teste Covid- Imagem no ClickCerto

Nas ondas, Wiggolly, o filho mais famoso da família, não decepcionou. Ex-atleta do Championship Tour (CT) e com boas chances de retornar à elite mundial, Guigui venceu uma final muito forte, desbancando outro talento local, Diego Aguiar, com vários títulos paulistas de base, o ex-campeão sul-americano Thiago Camarão, de São Sebastião, e seu irmão caçula, Wesley Dantas, que tem no currículo o título mundial júnior.

Imagem da final – Foto NoClickCerto

Abriu sua apresentação logo com um 7,83, mas depois descartou essa nota, garantindo um 8,83 e depois um 8,04, para marcar 16,89 pontos de 20 possíveis. Nenhum dos três rivais na decisão chegou a ameaçar sua conquista, que valeu uma moto Honda PCX e R$ 1 mil.

Disse Wiggolly Dantas:

“Foi incrível competir e vencer em casa. Foi alto nível. Uma galera muito boa. Competi para curtir, colocar a lycra, aproveitar o momento, mas depois da semi muito forte, contra o Hizu (Hizunomê Bettero) e o Camarão, entrei na final e pensei: chegou a hora de focar e ganhar. O Wesley estava quebrando, achei que ia ganhar, mas eu estava focado”,

Estou feliz em vencer o campeonato de meus mais recentes patrocinadores, a Tony Veículos e o Corinthians, através do Departamento de Esportes Radicais do Clube.

Wiggolly – imagem NoClickCerto

Guigui, que é o sexto do ranking do Qualifying Series (QS) e esse ano venceu a etapa de Pipeline, aproveitou para agradecer os responsáveis pelo Surf Treino Itamambuca, em especial sua mãe, “que cuida de tudo”, e seu irmão Carane, que é técnico e team manager da equipe do Corinthians.

Continuou Wiggolly:

“Quero agradecer a dona Edna, vice-presidente do Corinthians, e sua filha Karen, que é assessora do Departamento de Esportes Radicais do Corinthians, o Marcelo Silva, diretor do Departamento de Esportes Radicais do Corinthians, o Carlos Freitas, repórter das quebradas e assessor de surf do Corinthians, também a Kátia Oscalis e o Fábio Lima, da organização do evento”.

“Foi muito irado, a galera ficou amarradona”, complementou Wiggolly, que por cinco anos realizou, também em Itamambuca, o Circuito Brasileiro de Surf Feminino, colaborando diretamente para o crescimento da categoria, evento que só não foi realizado esse ano, por conta da pandemia do coronavírus.

Na disputa feminina, a cearense radicada no Rio de Janeiro, Yanca Costa também foi superior às adversárias e sua nota 8,33 fez a diferença. Como prêmio, ela faturou R$ 1 mil e um skate elétrico (Hoverboard). O talento local, Nairê Marquez, que vinha de vitória na sub16, ficou em segundo lugar, seguida de outra ubatubense, Açucena Vaz, e da carioca Mariana Areno.

Yanca Costa- Foto NoClickCerto

Disse Yanca Costa:

“Foi muito bom voltar a competir aqui em Itamambuca. Já estava ansiosa pra voltar a competir e sendo em Itamambuca foi melhor ainda. Amo essa onda e estar aqui é uma vibe muito boa”,

O Surf Treino Itamambuca também contou com as categorias de base.

Na sub16 masculina, Ryan Kainalo confirmou o favoritismo, venceu Patrick Plachi, do Paraná, Kauã Kampos e Murillo Coura, ambos de São Sebastião. Na feminina, Nairê foi a melhor, ficando na frente da paranaense Luara Mandelli, e duas sebastianenses, Giovana Donatto e Mayara Zampieri.

Ryan Kainalo- Foto NoClickCerto

Luara foi a vitoriosa na sub12 feminina, com Aurora Ribeiro, de Ubatuba, na segunda posição, Maria Beatriz, de Praia Grande, em terceiro e Sarah Ozório, do Rio de Janeiro, em quarto. Já entre os meninos, domínio de Ubatuba, com o primeiro lugar com Kailani Rennó, atual bicampeão paulista e filho do big rider Zecão. João Vitor foi o vice-campeão, seguido de Calebe Simões e Pedro Henrique, confirmando uma nova e ótima “safra” nas ondas ubatubenses.

RESULTADOS FINAIS

CATEGORIA PRO-AM MASCULINA

1 Wiggolly Dantas – Ubatuba – 16,89

2 Diego Aguiar – Ubatuba – 11,93

3 Thiago Camarão – São Sebastião – 10,60

4 Wesley Dantas – Ubatuba – 9,50

 

CATEGORIA PRO-AM FEMININA

1 Yanca Costa – CE (RJ) – 15,00

2 Nairê Marquez – Ubatuba – 9,37

3 Açucena Vaz – Ubatuba – 9,27

4 Mariana Areno – RJ – 6,10

 

CATEGORIA SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – Ubatuba – 15,50

2 Patrick Plachi – PR – 13,93

3 Kauã Campos – São Sebastião – 10,14

4 Murillo Coura – São Sebastião – 9,10

 

CATEGORIA SUB16 FEMININA

1 Nairê Marquez – Ubatuba – 10,50

2 Luara Mandelli – PR – 9,00

3 Giovana Donatto – São Sebastião – 8,97

4 Mayara Zampieri – São Sebastião – 8,66

 

CATEGORIA SUB12 MASCULINA

1 Kailani Rennó – Ubatuba – 14,00

2 João Vitor – Ubatuba – 11,03

3 Calebe Simões – Ubatuba – 9,70

4 Pedro Henrique – Ubatuba – 8,30

 

CATEGORIA SUB12 FEMININA

1 Luara Mandelli – PR – 13,17

2 Aurora Ribeiro – Ubatuba – 7,04

3 Maria Beatriz – Praia Grande – 6,60

4 Sarah Ozório – RJ – 6,57

E a LivreSurf parabeniza todos os finalistas.

#estamosnatorcida

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar