Free Surfers por Barrionuevo

O que é o free surfer?

No primeiro artigo desta coluna, é melhor começar explicando do que estamos falando...

Em muitos perfis de surfistas pela internet, não é raro encontrarmos esta definição: Free Surfer.

Eu mesmo, por muito tempo, me dediquei ao free surf, mas quando comecei a escrever aqui para o LivreSurf me surpreendi: por que um segmento do surf tão importante não é sequer citado em sites de notícias nacionais e internacionais?

A Filosofia do Surf

Esses dias recebi em uma mensagem de whatsapp a seguinte mensagem:

A nossa filosofia está especialmente direcionada à cultura evolução e espírito do surf.

Sendo o surf um estilo de vida, queremos partilhá-lo tentando proporcionar o ambiente, o espaço e as condições ideais para que as pessoas que amam e curtem o surf possam encontrar e partilhar ondas e gostos comuns num ambiente saudável e descontraído, bem ao estilo do espírito surfista.

Não importa se são absolutos iniciantes ou surfistas de longa data (há boas ondas para todos);

Na raiz do surf e de todo o seu life style, está a busca pela evolução pessoal, a princípio no esporte mas transcendendo para além.

A competição, embora ferramenta que impulsione a evolução, não é indispensável, já a busca pela evolução pessoal é a chave que alimenta o surf.

O free surf

Free Surf é a categoria onde o surfista surfa única e exclusivamente para se divertir, sem se preocupar com a performance e sem participar de competições.

Existem aqueles free surfers mais radicais (os foras da casinha), que buscam elevar o nível do esporte para cada vez mais longe, com manobras aéreas e fora do eixo, que poucas vezes alguém vai ver em uma competição.

Existem manobras, por exemplo, que foram feitas apenas uma vez:

O free surfer Hector Santamaria “Flippy Moppy Flip” manobra de sua criação
O free surfer Hector Santamaria “Flippy Moppy Flip” manobra de sua criação

Os free surfers ganham dinheiro fazendo contratos que envolvem aparição em eventos, filmagens, shootings de coleções de roupa/equipamentos, fotos conceituais da marca, teste de protótipos, entrevistas, revistas, sites de conteúdo, tudo que associe a imagem deles e da marca ao público.

A esta altura, como free surfer, penso que é hora de me auto definir:

É uma escolha, onde você mesmo define seu estilo, uma personalidade com uma história que envolve valores e preferências, respeito ao mar, busca por novas ondas e experiências, alguns são patrocinados para divulgar a cultura de seu destino, mostrando desprendimento e criatividade, somos apaixonados pela vida e demonstramos perseverança e ousadia, desbravamos picos desconhecidos, comidas típicas, lugares alucinantes de altas ondas

Mas por que só o surf competitivo é notícia?

O surf competição é notícia porque vende, porque o ser humano tem instinto competitivo e quer ser melhor que o outro ou será que é porque tem investimento?

Enquanto free surfers não temos o objetivo de enriquecer, preferimos pensar no lugar que vamos conhecer com a grana que temos, que onda vamos desbravar, ao invés de pensar em carro ou casa ou coisas assim, vivemos pelo simples prazer de pegar onda e estarmos felizes, precisamos apenas de uma prancha de surf, amigos e altas ondas.

precisamos apenas de uma prancha de surf, amigos e altas ondas


Com toda certeza o free surf também seria mais remunerado, se houvesse espaço na mídia, afinal um dos aéreos mais famosos do mundo foi executado pela primeira vez por um free surf, Medina foi o segundo a mandar Back Flip,
será que é justo que ninguém saiba disso?

Só por que temos uma liga dizendo quem é o melhor isso deve manter no anonimato milhares de surfistas que tornam o incrível realidade pelas ondas do mundo?

Desde quando o surf se tornou uma comparação entre surfistas em uma bateria e deixou de ser um sonho de viver para o surf?

Para terminar, segue um aéreo meu como free surfer:
Show More

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close