+CampeonatosNotíciasNotícias QS6000 - QS10000Qualifying SeriesSurfistasSurfistas Brasileiros no CT - Masculino

Madson Costa é destaque no Oi Hang Loose Pro Contest

Brasileiros avançam no Oi Hang Loose Pro Contest

Com boas ondas e um bom público na Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha Madson Costa se destaca no Oi Hang Loose Pro Contest.
madson costa

Madson Costa é destaque no Oi Hang Loose Pro Contest

A comissão técnica aguardou a alteração da maré e a competição foi iniciada após a terceira chamada do dia na terça feira as 15h30.

Com isso na terça-feira rolou apenas quatro baterias e a segunda metade da primeira fase rolaram hoje quarta-feira, o evento foi até a bateria 10 do round 2 e está em Standbay podendo voltar a qualquer momento

Nas quatro baterias da terça-feira, quem “quebrou tudo” foi Madson Costa, que fez a melhor somatória do dia, na última bateria do dia.

Ele totalizou 13,73 pontos com uma nota 7,83, mostrando estar preparado para temporada de 2020, quem avançou com ele foi o paulista Geovane Ferreiraa, eliminando assim o local de Noronha Caio Souza filho de um dos primeiros surfistas da ilha.

No entanto, um participante de Barbados e o carioca, Pedro Scooby, que disputou o Mundial de Ondas Gigantes na Nazaré, Portugal, também na terça-feira, cancelaram suas participações com isso, algumas baterias foram alteradas.

Prancha de Equilíbrio

O brasileiro Junior Lagosta foi quem fez o melhor aéreo do primeiro dia na Cacimba do Padre.

Disse Junior Lagosta:

“Eu vi que bateria não tava dando tubos, mas conseguia fazer um voo legal e também encaixei algumas manobras para passar para a próxima fase, que era o que eu queria”.

Abaixo os resultados do Round 1.

Round 2 do Oi Hang Loose Pro Contest

As principais estrelas da 15ª edição do Oi Hang Loose Pro Contest no Havaí brasileiro, estrearam hoje na segunda fase da etapa do QS 5000 de Fernando de Noronha e mais uma vez Madson Costa que veio do primeiro round roubou a sena e fez o maior placar.

Filipe Toledo

O quarto melhor surfista do mundo no ano passado, Filipe Toledo estreou com vitória sua primeira bateria, ele conseguiu somar belos 15 pontos e mostrar muito surf em suas apresentações.

Parafina Fuwax

Os adversários de Filipe Toledo, na sua primeira apresentação foram o paraibano Samuel Igo , o catarinense Yuri Gonçalves e o norte-americano Luke Gordon, que venceu a primeira bateria da terça-feira em Fernando de Noronha.

 

A segunda bateria do round 2 foi a vez de Marcos Correia avançar com bons aéreos e um surf bem consistente, utilizou a estratégia de surfar várias ondas e funcionou, assim avançou com o atleta do Uruguai Marco Giorgi, assim eliminando Sidney Guimarães da disputa e o local Patrick Tamberg.

A terceira bateria foi a vez de Weslley Dantas avançar com força para o round 3, ele que utilizou um surf muito potente e extrapolou os limites no lip da onda para avançar na primeira colocação. O argentino Santiago Muniz foi o segundo também avançando, assim eliminando da disputa o atleta da Espanha Ruben Vitoria e o brasileiro Patrick Plachi

A quarta bateria o francês Joan Duru avançou bem, seguido de nosso brasileiro Junior lagosta, eliminando da disputa Mateus Sena e Bino Lopes que acabaram não achando boas ondas.

Na quinta bateria os brasileiros Gabriel Adisaka e Luan Carvalho até surfaram bem, mas acabaram sendo eliminados da disputa, seus adversários conseguiram ondas melhores e isso determinou a bateria.

Willian Cardoso ex-atleta da elite mundial conseguiu surfar forte, e mostrou estar determinado a voltar a elite mundial, fez duas ondas boas com manobras fortes, avançou com ele o francês Charly Quivront, elimindando da disputa dois brasileiros Brayner Silve e Yago Vaz.

A bateria de número 7 foi a vez do Havaiano Ian Gentil avançar unto com nosso brasileiro Edgar Groggia, eliminando assim da disputas os brasileiros Marcos Fernandez e Pedro Dib.

A oitava bateria do dia foi a vez de nossos brasileiros Luel Felipe e Robson Santos mardarem o atleta do Reino Unido Luke Dillon e o francês Kyllian Guerin de voltarem para casa mas cedo.

A bateria 10 os brasileiros Jesse Mendes e Renan Pulga avançaram direto para o terceiro round, mostraram estar bem confortáveis pelo momento do mar, eliminaram da disputa o chileno Gustavo Dvorquez e o brasileiro Kaue Auzier.

A última bateria que rolou no dia de hoje foi a que Madson Santos e Wiggoly Dantas avançaram, eliminando assim o brasileiro Matheus Navarro e o atleta de El Salvador Brian Perez.

Mais uma vez o Madson Costa detonou em sua bateria, fazendo a maior somatória até o momento da competição

O evento parou hoje na bateria 10 e está em standbay e pode voltar a qualquer momento.

Baterias que ainda faltam se apresentar no round 2:

E a LivreSurf torce para que um de nossos brasileiros seja o grande campeão da disputa.

#estamosnatorcida

 

 

 

 

 

 

Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo