NotíciasNotícias do TourPranchas e EquipamentosSurfistas

LivreSurf entrevista Kim Matheus na rádio 013 FM

No último final de semana a equipe LivreSurf esteve em santos na rádio 013 FM para entrevistar o surfista do WQS Kim Matheus.

No último final de semana a equipe LivreSurf, esteve em santos na rádio 013 FM, para entrevistar o surfista do WQS Kim Matheus.

imagens M.D FILMS

LivreSurf entrevista Kim Matheus na rádio 013 FM

No último final de semana a equipe LivreSurf esteve com Kim Matheus em uma entrevista na rádio 013 Fm, onde ele contou seus projetos para o WQS 2019 e falou sobre a etapa do WQS 3000 em Israel, sobre os pontos que conseguiu somar e o que achou da cultura do País.

A equipe é composta pelo jornalista e especialista em segurança da informação Rodrigo Morais, o surfista profissional e também jornalista Eduardo Barrionuevo e o videomaker Matheus Dumas M.D Films.

imagens M.D FILMS

Durante a entrevista o atleta de São Vicente conta como foi a experiencia de entrar no mar morto, onde foi em uma expedição feita pela WSL para os atletas que competiram a etapa.

MAR MORTO

Kim Matheus também falou sobre a Perfect Waves e todos os seus patrocinadores, o trabalho por trás de todos os resultados que vem colhendo em sua carreira, suas pranchas SilverSurf e seus treinamentos específicos com seu coaching Pedro Souza.

kim Matheus

 

Sobre o Mar Morto

Apesar do nome, o mar morto não é mar e nem está morto. Trata-se, na verdade, de um lago formado por uma água muito salgada, sendo, por isso, chamado também de lago Asfaltite. Recebeu esse nome em função da afirmação de que, nesse local, não é possível haver vida. No entanto, sabe-se que há sim ao menos uma forma de vida habitando essas águas, a bactéria Haloarcula marismortui.

O índice de salinidade do mar morto é um dos maiores do planeta. Para se ter uma ideia, a média da quantidade de sal nos oceanos é de 35g para cada litro d’água, enquanto no Mar Morto a média é de 300g! Por causa disso, além de dificultar a proliferação de formas de vida macroscópicas, o mar morto é denso o suficiente para impedir que um corpo afunde nele, sendo possível boiar facilmente em suas águas.

O Mar Morto está localizado no Oriente Médio, entre os territórios de Israel, Palestina e Jordânia, sendo alimentado, principalmente, pelo rio Jordão. Sua área é de 1020 km², com 82 km de extensão, 18 km de largura e uma profundidade máxima de 377 metros.

Mas por que o Mar Morto é tão salgado?

A elevada salinidade de suas águas deve-se a condições químicas e geográficas. Sua localização é em uma área com clima bastante seco (semiárido ao norte e desértico ao sul), fazendo com que as águas evaporem muito rapidamente, conservando os minerais que nelas se encontravam. Outro fator é a elevada profundidade – cerca de 400m abaixo do nível do mar, a depressão mais profunda do planeta –, o que favorece o escoamento de sedimentos e minerais (entre eles os elementos químicos responsáveis por “salgar” o lago).

Atualmente, existe o temor de que o Mar Morto esteja, literalmente, morrendo. Isso porque, em função dos desvios e usos das águas do Rio Jordão, além dos elevados índices de evaporação, seus níveis estão diminuindo. Contribui também para agravar a situação o fato de suas águas estarem sendo usadas por Israel e Jordânia, que realizam seu consumo após o processo de dessalinização.

Por esse motivo, está em construção o aqueduto “Canal da Paz”, que faria uma ligação entre o Mar Morto e o Mar Vermelho, que ajudaria a abastecer suas águas. A importância desse grande lago de água salgada está em seu potencial turístico, muito aproveitado tanto pelos israelenses quanto pelos jordanianos. Além disso, ele é responsável por amenizar as baixíssimas taxas de umidade do ar que atingem a região onde se encontra.

Logo estaremos divulgando o Vídeo da entrevista completa sobre o atleta.

imagens M.D FILMS

#estamosnatorcida

 

 

 

 

 

Tags
Show More

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Contato: eduardo@livresurf.com.br

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close