EspeciaisNotíciasNotícias do TourSurfistasSurfistas Brasileiros no CT - Masculino

Kelly Slater desabafa sobre as Olímpiadas de Tóquio em 2020.

O 11 vezes campeão mundial desabafa a respeito das olimpíadas em 2020.

Kelly Slater durante entrevista para um jornal gringo, fala sua opinião sobre os Jogos Olímpicos de 2020 no Japão, suas preocupações e expectativas.

A entrevista aconteceu esta semana no programa In Deth with Graham Bensinger, programa de esportes geral mas que aborda o surf também.

A questão das Olimpíadas é especialmente importante neste momento para o surf, uma vez que a última etapa do CT define os dois nomes de cada país que ganham vaga para os jogos de Toquio que acontecem já em 2020.

Kelly Slater desabafa sobre as Olimpíadas de Tóquio em 2020.

Em relação aos Jogos Olímpicos Slater falou tudo o que pensa desde a questão da piscinas de ondas, cultura do país sede, saúde e como estar em busca da vaga aos 47 anos, metade da idade de seus adversários.

Mas a parte mais interessante da entrevista é onde Kelly Slater expressa suas preocupações sobre o processo de qualificação nos Jogos olímpicos de 2020 que serão realizados em Tóquio.

Deck John John Florence

Disse Kelly Slater:

“A única coisa com que estou realmente preocupado é com as Olimpíadas, pois teremos alguns surfistas realmente bons de fora, devido à maneira como o processo de qualificação acontece.

O Brasil tem 3 dos dez melhores caras do mundo no momento. Eles só poderão enviar dois caras para as Olimpíadas. No momento eu preciso chegar a frente de John John na última para se classificar, e isso é realmente chato.

kelly slater

Sobre as ondas no Japão disse Kelly:

“As ondas podem ser bem pequenas. O Japão é um pouco difícil ter onda nessa época do ano. Este ano rolou o ISA lá, na mesma semana em que será as Olimpíadas no ano que vem, não tiveram nada maior do que uma onda acima da cintura. Então, poderia ser um desafio real para todos os envolvidos … Espero que não seja esse o caso”

Continuou Kelly:

“Os jogos olímpicos deveriam ser em uma piscina de ondas, teria facilmente resolvido esse desafio. Fiquei bastante surpreso. Eu tento não aparecer muito forte porque sou parte de uma empresa … e isso pareceria muito tendencioso.

Mas, ao mesmo tempo, pensei que deveríamos ter isso (a piscina) como uma maneira possível de competir em boas condições, caso o oceano não fosse prover.

Então, eu apenas acho que é um bom apoio. Pensei que faria muito sentido para o Japão, porque eles são uma cultura tecnologicamente avançada …

Eu apenas pensei: ‘Uau, isso seria algo que eles estão trazendo um novo esporte, e eles o apresentarão de uma nova maneira. “Era o meu tipo de pensamento, mas isso não aconteceu por qualquer motivo. “

Kelly Slater

Quando pensamos que as preocupações de Slater sobre as Olimpíadas de Tóquio de 2020 giravam apenas em torno da possibilidade não ter onda durante o período de espera dos Jogos e, é claro, derrotar John John pelo segundo lugar na equipe olímpica dos EUA na última etapa, veio a outra pergunta:

Que desafios você acha que o Japão tem entre agora e os Jogos para se preparar para o surf?

Respondeu Slater que não foge de compartilhar seus pensamentos e teorias sobre questões globais:

“Honestamente, fora o problema de radiação, e garantir que tenhamos ondas suficientes para surfar. Eu não sei. Eles provavelmente não querem falar comigo sobre isso … Mas é uma realidade, e não é realmente uma questão de risos. As taxas de câncer no país dispararam. E eles não estão dizendo às pessoas sobre isso, tenho amigos meus que moram lá . E não pára por aí.

Continuou Slater:

E para um surfista, a enseada de Taiji, onde eles juntam os golfinhos e os matam ou os vendem em parques de diversões é outra questão. Então, existem algumas coisas que acho que não serão politicamente corretas que são faladas durante os jogos e acho que sim, mas que, você sabe, isso traz à tona tópicos maiores em todo o mundo, energia nuclear, e animais em cativeiro, e o fato de matarmos e comermos tantos animais em todo o mundo, é algo que todos nós precisamos estar cientes e fazer algo a respeito”.

Se é verdade ou não essa parte sobre o Japão ocultar as altas taxas de câncer, Slater acha que “é uma grande preocupação”

Kelly Slater

Abaixo o vídeo de Slater falando algumas coisas a respeito:

E a LivreSurf torce para que Kelly Slater consiga a vaga olímpica e de altas ondas durante as Olimpíadas.

#estamosnatorcida

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

2 Comentários

  1. Precisamos de mais atletas de ponta assim como Kelly, que tem a coragem de dar a cara e falar a real, o nosso planeta está pedindo socorro e Kelly está antenado a isso e fala mesmo! Além de dizer o que pensa sobre a seletiva para os jogos olímpicos. #pormaisgenteassim.

    1. Tivemos várias revistas internacionais recentemente tratando do por que os surfistas ainda se envolvem pouco nas causas ambientais.

      Normalmente é receio de indisposição com patrocinador ou fãs…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar