Campeonato MundialJ-Bay

Gabriel Medina é campeão em Jeffreys Bay

Em um dia histórico para JBay os brasileiros mostraram seu protagonismo no surf

,Um dia histórico para o mundial de surf em Jeffreys Bay, Gabriel Medina campeão, pela primeira desde 1984 (quando o goofy Mark “Occy” Occhilupo venceu) um goofy venceu na etapa sulafricana.

As imagens serão atualizadas a medida que forem publicadas.

Mas não foi só isso, foi uma final de dois goofies, para marcar de vez esta edição de Jeffreys como única na história.

Para os brasileiros, um fato a mais acordou os brasileiros: 3 surfistas brasileiros na disputa pela vitória. Gabriel Medina, Italo Ferreira e Filipe Toledo mostraram diante dos olhos do mundo o protagonismo brasileiro no mundial de surf.

Veja abaixo nossas opiniões bateria a bateria:

Quartas de Final

Gabriel Medina x Owen Wright

A bateria começou quente com Gabriel Medina em sua primeira onda já mandando um combo de batidas e rasgadas no crítico da onda e fazendo um 6.67.

Owen respondeu com uma onda que seria excelente a não ser por uma falha na manobra da junção, por isso rendeu só 4.83. Medina veio na onda de trás e fez um 5.23. Uma onda menor e muito bem surfada, assim Owen ficou com a prioridade e veio na maior da série, porém a onda foi curta e proporcionou 3 grandes manobras nas quais ele desferiu uma pancada de saída, rasgou e finalizou com uma batida.

Na sequência Gabriel Medina veio em mais uma onda da série, a danada abriu e ele extrapolou os limites! Mandou as manobras e ainda conseguiu um tubo no final que lhe rendeu uma nota excelente: 9.00 pontos.

Owen na contagem regressiva conseguiu pegar uma onda relativamente pequena porém muito boa, precisava de um 8.25, surfou muito bem, mas não o suficiente para ganhar, fez um 7.77 e assim nosso brasileiro Gabriel Medina avançou mais uma e está na semifinal.

Gabriel Medina JBay 2019 foto wsl
Gabriel Medina JBay 2019 foto wsl

Kolohe Andino X Adrian Buchan

A bateria começou com Adrian Buchan em uma onda da série desferindo várias manobras fortes com velocidade que lhe rendeu 7.17.

Atrás dele veio Kolohe Andino que fez um tubaço na primeira sessão da onda e mandou uma bela manobra, depois tentou um segundo tubo mais não saiu, levou 7.50.

Andino voltando para o fundo pegou uma outra pequena onda de três manobras e caiu na última, fazendo 4.50. Buchan logo respondeu em uma esquerda da série com grandes manobras de backside e fez um 6.93.

No outside, Andino ficou na prioridade e veio em uma direita pequena com rasgadas fortes e grandes e fez 6.00, Buchan veio em uma outra onda surfou muito bem fez um 5.90 mas não conseguiu trocar nenhuma de suas notas. Andino veio em uma onda da série conseguiu fazer um combo de manobras com tubo e uma gigante junção que lhe rendeu a virada um 6.60 deixando Adrian Buchan precisando de 7.04 aos 5 minutos para o final.

Kolohe voltando veio em outra onda mais embaixo e foi para um aéreo alley oop e conseguiu completar fazendo mais duas manobras que lhe rendeu 7.93 a maior nota da bateria e a passagem para semifinal.

Filipe Toledo x Sebastian Zietz

Filipinho começou pegando uma onda relativamente pequena, porém muito bem surfada de rasgadas e batidas fazendo um 5.67, Sebastian respondeu com uma onda da série onde mandou duas grandes rasgadas e um pequeno tubo fazendo um 6.40, Filipinho veio na de trás e mandou varias manobras porém caiu na junção e fez 4.83, novamente sem a prioridade.

Filipe pegou mais uma onda e fez a melhor da bateria até o momento um 6.50 com uma gigantesca rasgada seguido de mais 2 manobras normais e uma batida de junção de extrema dificuldade.

Sebastian veio em uma da série e mandou muito bem, fez um 8.00 com manobras gigantes e um pequeno tubo, fazendo a melhor da bateria até o momento e deixando Filipe precisando de 7.91.

Nos minutos finais Filipe Toledo fez a maior nota da bateria um 8.50 em uma onda grande da série com um tubaço e uma série de manobras alongadas que rendeu 8.50 e a passagem para semifinal.

Filipe Toledo JBay 2019 foto wsl

Kanoa Igarashi x Italo Ferreira

Nosso brasileiro Italo Ferreira começou colocando ritmo na bateria com um forte surf de batidas e rasgadas fazendo 6.50.

Kanoa logo respondeu com um combo de grandes manobras em uma onda relativamente pequena e fez um 6.77.

Na sequencia o japonês pegou outra onda mais embaixo mandando muitas manobras, porém pequenas e fez um 5.60.

Italo Ferreira respondeu com uma onda da série onde ele detonou com pancadas fortes e gigantescas rasgadas onde fez uma nota excelente um 8.50 com direito a comemoração.

Italo voltou para o fundo e ganhou a prioridade, veio em uma outra onda da série e mandou muito bem: fez um 7.03 mesmo caindo na finalização deixando Kanoa Igarashi precisando de 8.76, assim nosso brasileiro avançou para semifinal.

Italo Ferreira JBay 2019 foto wsl
Italo Ferreira JBay 2019 foto wsl

Os atletas que avançaram para semifinal foram Gabriel Medina, Kolore Andino, Filipe Toledo e Italo Ferreira.

GABRIEL MEDINA X KOLOHE ANDINO

Kolohe iniciou a bateria com uma pequena onda com duas grandes rasgadas e conseguiu uma nota 6.50, Medina deu a resposta em uma onda da série com várias manobras alongadas e de grande pressão de água finalizando com um gigantesco floater e fez um 8.07.

Na volta ao fundo Gabriel Medina pegou mais uma com três grandes manobras e no final tentou um tubo sem saída e fez 6.23, Andino veio logo atrás mandando várias manobras porém de pouca qualidade fazendo 4.83.

Gabriel Medina voltou para o fundo com a prioridade e jogou muito bem, Andino tentou de novo a virada em uma onda grande que veio mais embaixo e surfou com força conseguindo um 7.50 diminuindo a diferença passando a precisar de 6.81, teve outra chance tentou um aéreo e não completou, assim nosso brasileiro o bicampeão mundial Gabriel Medina conseguiu a vaga para final.

Gabriel Medina JBay 2019 foto wsl
Gabriel Medina JBay 2019 foto wsl

Filipe Toledo x Italo Ferreira

Começou a semifinal 100% brasileira e Italo pegou a primeira onda expressiva com manobras muito fortes e uma paulada na finalização que rendeu 7.67.

Filipinho logo respondeu com uma onda excelente e com um tubo, batidas e rasgadas fazendo um 9.00.

Italo não se abalou, aproveitou a prioridade e veio na boa da série, mandou muitas manobras fortes de grande expressão e fez a maior nota da bateria um 9.50.

Filipe passou a precisar de 8.18 até pegou uma onda mas não foi o suficiente ela correu muito na bancada e Toledo não conseguiu acompanhar.

A poucos segundos de acabar Italo ainda colocou mais uma onda na conta de 8.00 pontos, e assim venceu o favorito da etapa e foi para uma final 100% brasileira contra Gabriel Medina.

Toledo utilizou uma estratégia que não é de seu costume: a de esperar a melhor da série, por isso pegou poucas ondas na bateria.

Italo já estava indo nas ondas que vinham sem escolher tanto e isso fez com que no final da bateria pudesse trabalhar a prioridade e escolher com folga, fez toda a diferença.

Italo Ferreira JBay 2019 foto wsl
Italo Ferreira JBay 2019 foto wsl

FINAL

GABRIEL MEDINA X ITALO FERREIRA

Você deve assistir o replay desta bateria, acreditem em nós! Uma das melhores do ano no mundial de surf!

Começou a grande final 100% brasileira entre Italo Ferreira e Gabriel Medina, pela primeira vez dois goofies na final, a primeira onda da bateria quem pegou foi Italo Ferreira e ele detonou, mandou manobras com muita força e velocidade e finalizando totalmente na vertical, recebendo justamente dos juízes uma nota 9.10.

Italo Ferreira logo pegou uma segunda onda onde caiu na finalização porém já havia feito Boas manobras que lhe rendeu 5.50.

A pergunta era Medina esta sobre pressão? Logo veio a resposta do bicampeão mundial Gabriel Medina, ele pegou a maior onda do dia em termos de tamanho e executou manobras com grande grau de dificuldade, todas no terceiro andar e fez a maior nota do dia até o momento um 9,73.

Estamos aos 22 minutos para acabar a final e já temos duas notas excelentes uma de Gabriel e outra de Italo, bateria totalmente aberta e com tempo para mais show para ambos os brasileiros.

Aos 15 minutos para o final Gabriel Medina precisa de uma nota 4.87 e Italo que está na frente precisa trocar um 5.50
Os dois atletas aguardam a séries ao fundo.

Uma calmaria dramática aos 10 minutos de bateria.

E a série veio para Italo, não era tão grande a onda, mais ele destruiu, mandou as manobras sem massagem, com muita pressão, iniciou a onda com uma rasgada gigantesca fez mais algumas manobras fortes e finalizou com uma paulada totalmente vertical que rendeu mais um score de 7.67.

E veio Gabriel em uma onda da série espetacular, mandou muitas manobras gigantes, começou com uma pancada seguido de um rasgadão e mais umas 3 manobras de borda gigante finalizando com um tubaço, e fazendo um 9.77 deixando italo em combinação faltando 2 minutos terminando a final com 19.50 contra 16.77 de Italo.

Gabriel Medina campeão Jeffreys Bay 2019 foto wsl
JEFFREYS BAY, SOUTH AFRICA – JULY 19: Two-time WSL Champion Gabriel Medina of Brazil wins the 2019 Corona Open J-Bay after winning the final at Supertubes on July 19, 2019 in Jeffreys Bay, South Africa. (Photo by Ed Sloane/WSL via Getty Images)

Muita discussão acerca da ausência de notas 10 nesta etapa, em algumas discussões concluímos o seguinte:

se os juízes não houvessem segurado as notas e já mandassem um 10 na primeira onda de Italo, iam ficar sem margem de notas para as ondas de Medina, fica nossa menção honrosa ao juízes da etapa de JBay no mundial de surf.

Veja também:

Outras postagens de Jeffreys Bay 2019:

Veja as vitórias nas outras etapas deste ano:

#EstamosNaTorcida

 

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo