Campeonato MundialJ-BayNotícias

Conclusões de nossa equipe para o circuito após a etapa de JBay

Após a etapa de JBay os brasileiros Filipe Toledo, Italo Ferreira e Gabriel Medina mostraram que estão um passo a frente para o título mundial

Após a etapa de J-Bay os brasileiros Filipe Toledo, Italo Ferreira e Gabriel Medina mostraram que estão um passo a frente para o título mundial sem John John na disputa.

Jeffreys Bay 2019 Podium foto wsl
Jeffreys Bay 2019 Podium foto wsl

O favoritismo de Filipe Toledo em JBay

Para os entendedores da competição podemos ver que as grandes performances de Filipe Toledo na competição de JBay e com elas percebemos uma mudança na estratégia do surfista de Ubatuba.

Na bateria em que foi eliminado contra Italo Ferreira ele utilizou a estratégia de esperar a melhor onda porém, nas condições de JBay, onde todas as ondas são boas, a melhor saída era sair pegando onda.

Ele conseguiu um 9.00, mais não conseguiu a outra onda de potencial para fazer outra nota no mesmo tamanho.

Enquanto Italo saiu pegando todas e destruiu a bateria, conseguiu 3 notas acima de 7 pontos, desta forma concluindo o raciocínio, as ondas vieram, Italo conseguiu aproveitar, já Filipe utilizou a estratégia errada posicionando-se mal na bateria.

Prancha de Equilíbrio

Filipe Toledo JBay 2019 foto wsl

Kolohe Andino Campeão Mundial?

Apesar da primeira colocação ser ocupada por Kolohe Andino as estatísticas apontam que ele está na liderança por tempo determinado, a distância entre ele e Filipe Toledo é de aproximadamente 600 pontos e ele ainda não venceu nenhuma etapa durante sua estada no tour.

Some-se a isso, que o aumento da diferença de pontuação entre o vencedor do primeiro lugar e do segundo, torna mais difícil que um surfista vença o tour sem vencer uma etapa. Atualmente o primeiro lugar leva 10.000 pontos, enquanto o segundo 7.800 (2.200 pontos de diferença).

Além disso, nos anos anteriores nunca foi um atleta consistente, então embora não tenhamos bola de cristal, jamais apostaríamos em Kolohe como campeão mundial este ano.

Tio Kelly Slater

slater

Teoricamente devido aos dados de anos anteriores podemos esperar que em Teahupo o Tio Kelly possa entrar na briga direta pelo título mundial, ainda lembrando que em Pipeline ele é o maior colecionador de vitórias em baterias.

Parafina Fuwax

Logo todos os olhos em Kelly Slater, ele ainda pode assustar muito!

Gabriel Medina Tricampeão mundial?

Gabriel Medina campeão Jeffreys Bay 2019 foto wsl
GABRIEL MEDINA

Nosso brasileiro bicampeão mundial Gabriel Medina tem grandes chances de conquistar seu terceiro título, afinal ele sempre se dá melhor do meio do ano para frente e ano passado ele ganhou Teahupo, Surf Ranch e Pipeline.

Com a saída de Jhon Jhon Florence que parecia ameaçar Medina, o caminho ficou mais tranquilo, na nossa opinião é uma excelente aposta para este ano.

Mas e Filipe Toledo?

FILIPE TOLEDO

Filipe Toledo está mais próximo do que Gabriel Medina no ranking para o título mundial com a segunda colocação.

Em Teahupo geralmente Filipe Toledo não consegui grandes resultados, mais tem mostrado uma grande evolução em marés maiores e ondas mais pesadas.

Para Filipe a etapa da piscina também pode ser uma chance de despontar na liderança, pois apesar de ano passado ter ficado com o segundo lugar por lá, foi o atleta que fez a maior nota do evento e só não conseguiu trocar uma onda para vencer.

França e Portugal Filipe tem boas chances de fazer um excelente resultado, já em Pipeline tem mostrado evolução mais não apostaria nele, vai ter que fazer seu melhor ano se quiser o Título.

Desta forma, entendemos que Filipe Toledo tem chances, mas terá que arrancar resultados na Piscina, em Portugal e na França. Se chegar em Pipeline em disputa direta com Medina…acreditamos que o título vá para Maresias.

A terceira ponta do triangulo brasileiro: Italo Ferreira

ITALO FERREIRA

Italo Ferreira pode ser uma das surpresas este ano, ele vem ativo desde o início do ano, com algumas finais.

Ganhou a primeira etapa e tem um histórico bom nas seguintes etapas, inclusive ganhou Portugal ano passado, mostrando ser um forte candidato ao título de 2019.

Seu desafio tem um nome: manter a consistência!

Jordy Smith

Outros que vale a pena dar uma olhada:

Jordy Smith o avatar também está ativo na sexta colocação do ranking, é um atleta como nosso brasileiro Italo Ferreira, demonstra estar preparado para quaisquer condições e pode se esperar de tudo dele.

KANOA IGARASHI

Já o japonês Kanoa Igarashi este ano está com outro surf, nos surpreende muito em suas baterias, afinal ele evoluiu nitidamente do ano passado para cá.

Mas acreditamos que ainda não está preparado para um título mundial, está na fase da evolução.

Jhon Jhon Florence

Jhon Jhon Florence já foi confirmado que estará fora das próximas etapas que com certeza seria uma pedra no sapato de geral afinal o havaiano estava impossível.

Abaixo como ficou o Ranking dos tops 8 após a etapa de Jbay

Kolohe Andino – 33.845
Filipe Toledo – 33.280
John John Florence – 32.425
Italo Ferreira – 29.95
Kanoa Igarashi – 29.450
Jordy Smith – 29.365
Gabriel Medina – 26.895
Kelly Slater – 21.055
Ryan Callinan – 20.130
Julian Wilson – 18.140

#estamosnatorcida

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar