Campeonato MundialNotíciasNotícias do TourSurfistasSurfistas Brasileiros no CT - Masculino

Quem será o campeão mundial de surf no CT na temporada 2019?

Com três brasileiros na briga pelo título mundial

A decisão do World Surf League Championship Tour 2019 foi para o Havai, com Italo Ferreira na ponta do ranking e a lycra amarela.

Este resultado, foi levantado por pouquíssimos analistas, a maioria dava como certa a vitória de Medina, muitas matérias foram escritas apertando os números para mostrar uma vitória adiantada do bicampeão mundial.

Mas o surf, como o mar é imprevisível e uma interferência bagunçou o cenário do mundial.

Quem será o campeão mundial de surf no CT na temporada 2019?

O potiguar Italo Ferreira deu um show no melhor dia de ondas em Supertubos, para conquistar o bicampeonato consecutivo no MEO Rip Curl Pro Portugal, com seus aéreos em Peniche.

Italo assumiu a liderança do ranking para a decisão do título mundial de surf, que será definido no Billabong Pipe Masters, de 08 a 20 de dezembro no Havaí.

Deck John John Florence
Italo Ferreira

A batalha pelo título mundial será entre os cinco primeiros colocados no ranking entre eles três são brasileiros.

O novo líder Italo Ferreira, o defensor do título em Pipeline, Gabriel Medina, o voador Filipe Toledo, o sulafricano Jordy Smith e o californiano Kolohe Andino.

Kolohe tem uma pontuação abaixo dos demais mas matematicamente tem chances de título.

Entre eles Gabriel Medina tem um melhor histórico de vitórias no Havaí e é o mais preparado para qualquer condições de onda.

Gabriel Medina Surf Ranch 2018
Gabriel Medina Surf Ranch 2018

Abaixo os campeonatos que Medina venceu este ano:

Corona Open J-Bay. Saiba Mais

Freshwater Pro. Saiba mais

Italo Ferreira que é o líder do ranking está embalado nas competições, ganhou o mundial ISA no Japão e vem detonando no Tour, Italo tem ganhado todas as etapas de manobras, com aéreos insanos, mas no Havai geralmente são tubos e não sabemos como seu surf vai se comportar comparado a Gabriel Medina, Kelly Slater, John John e os locais do pico.

Uma grande vantagem que Italo tem é que aparentemente sob pressão ele funciona melhor nas baterias e sempre acaba ganhando.

italo ferreira campeao portugal 2018

Abaixo os campeonatos que Italo Ferreira venceu:

Quiksilver Pro Gold Coast. Saiba mais

MEO Rip Curl Pro Portugal. Saiba mais

O sul Africano Jordy Smith apesar de não vencer nenhuma etapa este ano, está em terceiro no ranking mundial, surfa muito bem qualquer condição, ano passado fez terceiro lugar em Pipeline e tem demonstrado muita constância no Tour, ele é muito bom em tubos tanto para direita como para esquerda, porém em algumas baterias parece ficar nervoso e não conseguir demonstrar o que sabe, como na final contra Italo em Portugal.

Filipe Toledo diferente de Italo, parece não agir muito bem sobre pressão, mas também é um atleta imprevisível, pode fazer 10 a qualquer momento em seus tubos e aéreos, principalmente em ondas para direita, já em ondas para esquerda parece ainda estar evoluindo no quesito tubos.

Filipe Toledo

Filipe Toledo venceu apenas uma etapa este ano a do Oi Rio Pro. Saiba mais

Kolohe Andino apesar de ter chances matemáticas de título, nunca venceu uma etapa do CT, porém compete muito bem e demonstra constância no Tour, porém não achamos ser uma ameaça real ao título este ano.

Abaixo o ranking Mundial:

O local do pico John John Florence que estava machucado, voltará a competir nesta etapa ainda este ano após sua lesão na etapa do Rio de Janeiro. Saiba mais

John John é uma ameaça a qualquer um dos atletas que estão na briga pelo título mundial, embora ele próprio não possa mais ser campeão mundial, atualmente com 33.220 pontos, ele iria a 43.220 e Italo no primeiro lugar já está com 51.070 antes de correr Pipe.

O havaiano, pesar de estar a meses sem competir, é um dos atletas mais completos do Tour e estará competindo em casa, com sua torcida e disputando principalmente a vaga olímpica com Kelly Slater.

Com certeza mais uma vez a etapa do Havai será a mais emocionante do ano e a LivreSurf torce para que um de nossos brasileiros seja o campeão mundial 2019.

#estamosnatorcida

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Edu é atleta patrocinado da Gangster, e recebe apoios da Águas Claras Sr. Altino, Botton Fins , D+Sports , Ótica Di Fiori, TH Surfboards e LivreSurf. Contato: eduardo@livresurf.com.br

Artigos relacionados

5 Comentários

    1. Ah mas tem sempre os anti mitos, um deles é John John que deve voltar, mas volta debilitado da cirurgia.

      E nunca sabemos se Ítalo Ferreira vai nos surpreender com algum coelho na cartola.

      Porém concordo, Medina é favorito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar