CampeonatosNotíciasSurfistasSurfistas Brasileiros no CT - Masculino

A longa metragem do bicampeão mundial Gabriel Medina – O cara

O atleta de Maresias recém-consagrado bicampeão mundial vai ganhar um documentário sobre sua trajetória, com momentos importantes desde 2013

O atleta de Maresias recém-consagrado bicampeão mundial vai ganhar um documentário sobre sua trajetória, com momentos importantes desde 2013

A longa metragem do bicampeão mundial Gabriel Medina – O cara

Gabriel começou a surfar aos nove anos. Aos onze, venceu seu primeiro campeonato em nível nacional, a etapa Rip Curl Grom Search na categoria Sub-12, disputada em Búzios, Rio de Janeiro.

Gabriel Medina
Gabriel Medina

A partir daí, venceu campeonatos do Brasileiro Amador e foi campeão dos circuitos Volcom Sub-14, Quicksilver King of Groms, Rip Curl Grom Search e tricampeão Paulista. Na Califórnia (EUA), foi vice do Volcom Internacional Sub-14 e, no Equador, vice-campeão do Mundial Amador Sub-16..

Gabriel Medina

Em julho de 2009, Gabriel Medina fechou um contrato com a empresa australiana Rip Curl e profissionalizou-se. Dez dias depois, venceu a etapa do Mundial Profissional.

Foi o primeiro brasileiro a ganhar uma etapa australiana de Backside (Gold Coast Australia) e o surfista do Brasil que mais tempo liderou o ranking mundial na história. Ingressou na elite do surf mundial (World Tour) em 2011, com apenas 17 anos e venceu duas etapas do ASP World Tour, nos eventos realizados na França e nos Estados Unidos. Nesse ano ganhou grande repercussão na mídia por completar uma manobra designada backflip, uma espécie de salto mortal de costas, 2014 sagrou-se campeão mundial do WCT.

Gabriel medina

Em 2015 foi vice-campeão da etapa de Pipe Masters, perdendo para o brasileiro Adriano de Souza em uma final inédita brasileira, terminando o campeonato mundial em terceiro lugar, atrás do australiano Mick Fanning. Nesse ano também conquistou o Vans Triple Crown (Tríplice Coroa Havaiana), considerado o segundo maior título do surfe profissional, se tornando assim o primeiro brasileiro a conquistá-lo.

Em 2017 foi vice-campeão mundial de surfe em uma batalha contra o seu grande rival John John Florence, após um inicio de temporada com uma lesão no joelho, Gabriel se recuperou durante a temporada, vencendo inclusive duas etapas consecutivas ( França e Portugal) no circuito mundial, chegando a Pipe Master como um dos postulantes ao titulo, após grandes baterias, Medina foi eliminado nas quartas de final do evento para Jérémy Flores, perdendo o titulo mundial para Florence.

GABRIEL MEDINA

Em 2018, sagrou-se campeão do WSL,repetindo a final de 2014 contra Julia Wilson e pela primeira vez campeão do Pipe Masters.

Gabriel Medina bicampeão mundial vai ganhar um documentário sobre sua trajetória, será chamado – O cara

Gabriel Medina – O cara

A produção é da própria equipe do atleta , que acumula filmagens de momentos importantes da carreira de Medina desde 2013. O longa terá , ainda, depoimentos de familiares, amigos e grandes nomes do esporte mundial. O lançamento é previsto para o ano que vem.

Gabriel Medina

#estamosnatorcida.

 

 

 

Tags
Show More

Eduardo Barrionuevo

Eduardo Barrionuevo é surfista profissional e compete atualmente as etapas do CBSurf. Nascido em Iguape, atualmente ele treina no Guarujá e é um atleta do time da Gangster, entre outros patrocínios. Barrionuevo possui conhecimento profundo do mundo do surf dando uma visão crítica e especializada as notícias do portal . Contato: eduardo@livresurf.com.br

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close